Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Slow Living Matters

Viver com ansiedade rouba momentos deliciosos, de prazer e felicidade, por isso há que aprender a viver com ela e viver com calma, no agora, porque a vida nem sempre é um mar de rosas mas não é sempre escuridão.

Slow Living Matters

Viver com ansiedade rouba momentos deliciosos, de prazer e felicidade, por isso há que aprender a viver com ela e viver com calma, no agora, porque a vida nem sempre é um mar de rosas mas não é sempre escuridão.

Outubro 20, 2020

Esta é das meditações mais importantes para mim, neste momento.

Quando estamos em estados de ansiedade, preocupação, dificuldades, deixemos que esses sentimentos se mantenham em nós, sem os combater. Imagina que esse sentimento é uma avalanche e não consegues combatê-la, deixa-te ir por um bocadinho. Mas agora encontras uma margem e foges para lá e vês a avalanche à tua frente, através da respiração, dos sons, do que te rodeia. Entrega-te a isso. À vida que tens em ti. E respira.

 

avalanche.jpg

 

Outubro 09, 2020

Este post não será informativo mas sim uma procura  minha de respostas.

Sem saber exatamente o porquê desta minha crise estar a ser muito difícil de ultrapassar, questiono-me quase em desespero, qual será a melhor terapia para voltar a engrenar na vida normalmente?

 

Procurei um psicólogo quando comecei a ter fins de semana em que só queria dormir e não falar com ninguém. Sentia uma angústia enorme e o trabalho fazia-me estar entretida, apesar de me sentir triste também com o trabalho. Quando comecei a remexer a minha cabeça, comecei com crises de ansiedade e pânico e desta vez nem o trabalho me ajudou. Já faltei algumas vezes porque simplesmente sou um pedaço de nervos todo o santo dia. Deixei de lidar com o stress e quando vejo o trabalho a chegar cada vez mais, a desorganização a instalar-se, entro em colapso. Até a própria comunicação no escritório, os telefonemas, as máquinas, fazem-me confusão e deixam-me irritada. 

Eu tenho algo com o trabalho. Dantes era o que me dava alento, agora dá-me fobia. E toda a gente sabe que custe ou não temos que trabalhar porque as contas não se pagam sozinhas.

Por isso, continuo a ir ao psicólogo e a tomar a medicação do médico de família mas acho que não está a ser suficiente. Talvez precise de algo mais invasivo. Não queria que fosse medicação mas algum tratamento mais específico. 

Tenho relatos de psicoterapia HBM, uma espécie de hipnose que vai buscar as nossas "dores" e alivia-las.

 

O que fizeram com a vossa situação? 

Já experimentaram HBM? 

 

psicoterapia.jpg

 

 

Outubro 06, 2020

Mesmo com as minhas crises é muito raro ter insónias, por issso a meditação de hoje será bastante útil para quem cai à cama e dá voltas e mais voltas.

Hoje tenta não comer demasiado, ou jantar cedo, não ingerir cafeína, alcóol e procura não utilizar dispositos eletrónicos pelo menos uma hora antes de deitares (telemóvel, tablet, kobo, televisão, etc).

Deita-te e toma consciência dos teus pensamentos, dos rúidos que possam haver na rua, no prédio, mas sem entrar em desespero porque a tua respiração vai ser o centro das atenções, tranquilamente. Sente cada parte do teu corpo, uma a uma. Respira. Descontrai as zonas mais tensas que possas sentir. 

E se os pensamentos surgirem novamente diz-lhe " Não me aborreças. Amanhã é outro dia, se tiver que pensar em ti, eu penso durante o dia. Agora vou dormir., porque sinto-me tranquila(o) e está tudo muito bem comigo." 

 

dormir.jpg

 

Outubro 05, 2020

Hoje é dia feriado. Infelizmente nem todos podem considerar este dia feriado, vão estar a trabalhar para quem pode ter este dia e agradeço-vos por isso.

De qualquer forma, mesmo para vocês, este exercício pode ser feito no vosso tempo livre. Ou até na pausa do trabalho.

Vamos ter um momento de discernimento. 

Quantas vezes sentimos as dúvidas a pairar na nossa cabeça? Sentimo-nos sem força, desmotivados, temos dificuldades de concentração, cismamos constantemente no mesmo problema, parece que está tudo tão difícil  na nossa vida...

Então, vamos parar. Vamos respirar. Vamos aquietar-nos.

Sente a respiração, tem consciência dos sentimentos que estás a ter, observa bem os teus pensamentos, sem julgar-te, apenas vê o que se está a passar. 

Estás a sentir agora o alívio? Está tudo bem, porque tudo se resolve, porque tu és capaz de tantas coisas. E tens muita força dentro de ti.

 

Agora volta à tua "dificuldade". Não está a ficar mais fácil?

 

strong.jpg

(daqui)

Outubro 04, 2020

Tantas vezes que dou por mim a pensar "Mas eu já fiz isto? Mas eu já passei por aqui?"

Às vezes vou a conduzir e vou tão absorvida nos meus pensamentos que quando tomo consciência, vejo que já fiz o caminho todo e nem dei conta.

Mas há tantas outras situações assim. E diariamente somos alvo de multitarefas que nem damos atenção ao que fazemos. É automático e muitos vezes nem nos damos ao prazer de apreciar o que fazemos. 

Hoje é o dia de refletir se vale a pena vestirmos o fato de polvo assim que nos levantamos de manhã, e no final do dia sentir que foi apenas mais um dia na nossa vida.

Respira. Descontrai. Desfruta deste bocadinho de paragem.

 

multitask.jpg

(daqui)

Outubro 03, 2020

Hoje é dia de parar. 

Observar o que nos rodeia. O céu, os pássaros, as flores, o vento, as pessoas. Apreciar o nosso chá, o nosso café, sentir o sabor dele na língua, a correr pela nossa garganta. 

O que achamos belo? Divertido?

Observa e se mesmo assim vier aqueles pensamentos do ontem ou do daqui a pouco, desvia a atenção deles. Respira.

Agora, basta apenas isto. 

 

observar.jpg

 

Outubro 02, 2020

Hoje vamos ficar conscientes em tudo o que está a passar-se. Nos nossos pensamentos, no que se passa à nossa volta. Na nossa respiração e no nosso corpo.

Qual a parte do corpo que está mais tensa? Vamos contrair com muita força e depois soltar. É um alívio não é?

E os nossos pensamentos que não nos largam? Vamos assumi-los e dizer-lhes que agora nós estamos noutra onda.

Voltamos à respiração e ao alívio que é estarmos tranquilos por um momento.

 

alivio.jpg

(imagem daqui)

Outubro 01, 2020

ansiobook.jpg

 

Encontrei esta imagem no pinterest e resolvi partilhar convosco pois achei que é bem capaz de resultar para despejarmos os nossos pensamentos quando a nossa mente está mais acelerada, para tentarmos ter uma visualização do nosso dia e sempre que algo nos incomoda e não nos deixa  dormir que fique registado numa folha em branco para evitarmos uma noite em branco. 

Outubro 01, 2020

O primeiro exercício é muito simples, apenas vamos respirar. Sem esforçar, sem contagem decrescente, sem suster a respiração entre inspiração e expiração. Tudo simples, certo?

Descontraiam, relaxem todos os músculos, sentem-se numa posição confortável ou deitados (sem adormecer) e dar atenção apenas à respiração. Sentir o ar a entrar e a sair, os movimentos da barriga...

Provavelmente vamos lembrar de qualquer coisa e desviar a atenção da respiração mas ao termos consciência desse facto vamos voltar de imediato ao objetivo do dia de hoje.

 

Simples, certo? Fiquem os 3 minutos, podem usar um temporizador para controlar o tempo ou simplesmente deixem-se ficar o tempo que precisarem ou puderem. 

 

relax.jpg

(imagem daqui)

 

Setembro 30, 2020

A meditação sempre esteve presente no mundo, dizem que há mais de 2500 anos, mas hoje em dia estamos mais conscientes desta prática e deixou de ser visto como uma seita ou algo do género.

A verdade é que a meditação ajuda-nos a manter a nossa mente presente ao invés de andar a divagar em mil e uma situações do dia, do passado ou do que ainda temos que fazer. É importante para todos. Obriga-nos a parar, nem que seja por uns meros 3 minutos, e para quem sofre de problemas de ansiedade é a prática ideal para aquietar.

Se eu já pratiquei? Confesso que sim, que já tentei mas não fui persistente o suficiente. Agora que o meu corpo pede desperadamente para parar decidi lançar-vos um desafio para me ajudarem a não desistir. 

O desafio trata-se do seguinte: vou utilizar o livro "3 minutos para meditar " de Christophe André para ajudar com a prática. Não vou copiar, seria pouco ético, mas vou colocar de forma resumida o exercicio para cada dia do mês. O livro é este, se tiver ou se tiverem oportunidade de comprar é só seguir a leitura.

 

 

3minutos.jpg

A capa é linda! 

 

Vamos começar um novo mês, os dias são mais frios e sabe bem um momento zen para saborear uma manhã fresca ou uma noite de geada. 

 Alinham comigo? Começa já amanhã. 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D