Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Slow Living Matters

Viver com ansiedade rouba momentos deliciosos, de prazer e felicidade, por isso há que aprender a viver com ela e viver com calma, no agora, porque a vida nem sempre é um mar de rosas mas não é sempre escuridão.

Slow Living Matters

Viver com ansiedade rouba momentos deliciosos, de prazer e felicidade, por isso há que aprender a viver com ela e viver com calma, no agora, porque a vida nem sempre é um mar de rosas mas não é sempre escuridão.

Outubro 14, 2020

Vamos começar com a nossa respiração habitual. Sentadas ou deitadas numa posição confortável, relaxadas, observando a nossa respiração. O ar a entrar e sair pelo nariz. Os movimentos da nossa barriga, do peito.

 

Há algo que nos perturba neste momento? Um conflito familiar, no trabalho? A doença de um amigo, de um familiar? Algo que nos cause sofrimento neste momento? O próprio vírus que anda aí a assustar-nos? 

 

Vamos deixar que esse sentimento esteja connosco. É doloroso, eu sei, mas vamos aceitá-lo durante este bocadinho. 

Lembremo-nos dele, quando começou ou quando mais dor nos dá. Observemos o nosso corpo. Qual parte sente mais dor ou desconforto quando pensa nessa situação? 

Centra-te nesse sítio e respira, tal como começámos a meditação? Dói menos? Não, então continuemos. 

Vejamos a situação novamente. Tentemos dissecar mais pormenores dela. Dá-lhe um nome. Pode ser um nome cómico para tentarmos libertar-nos um pouco mais dessa dor e aos poucos vamos tentar alterar o cenário. Um pouco mais positivo, se possível. 

Observemos novamente o nosso corpo. A dor que sentíamos está mais fraca? 

Vamos continuando a nossa respiração até sentirmos que atenuamos mais um pouco a parte dolorosa da situação. 

 

Vamos obter nesse momento, ou mais tarde, um maior discernimento da situação e vamos conseguirmos ter uma melhor atitude perante ela. 

 

Positivo.jpg

 

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub